Na’amat Pioneiras homenageia a Embaixadora Débora Vainer Barenboim-Salej no Dia Internacional da Mulher

03/14/2018
Dia Internacional da Menina’: entenda por que essa data existe
10/11/2017
Na’amat Pioneiras São Paulo, Sinagoga Mishcan Menachem e A Hebraica realizam bate-papo com Caio Blinder
04/16/2018

Tarsilinha do Amaral, Stela Blay e Leonor Szymonowicz também foram homenageadas durante o evento

Tarsilha do Amaral, Clarice S. Jozsef, Débora Vainer Barenboim-Salej, Leonor Szymonowicz e Stela Blay.

A Na’amat Pioneiras Brasil e a Na’amat Pioneiras São Paulo se uniram para um grande evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, realizado no dia 08 de março, no Teatro do Colégio Renascença,

A celebração homenageou a Embaixadora Débora Vainer Barenboim-Salej, única embaixadora judia e mulher do Itamaraty, Tarsilinha do Amaral, sobrinha neta de Tarsila do Amaral, e que detém o direito junto da família de suas obras e Stela Blay, ativista comunitária e chaverá da Na’amat São Paulo. Houve também uma homenagem surpresa à presidente da Na’amat Pioneiras São Paulo, Leonor Szymonowicz, pela importância de seu trabalho à frente do Departamento da Criança / Ações Comunitárias e por não medir esforços para fazer o bem.

Débora Vainer Barenboim-Salej iniciou a carreira diplomática em 1981 e é chefe do Escritório de Representação do Itamaraty em São Paulo (Eresp). Serviu nas Embaixadas de Washington, Paris, Viena, México, Porto-Príncipe e Libreville e foi Embaixadora em Liubliana e Cônsul-Geral na Cidade do Cabo. No Ministério das Relações Exteriores, transitou nas áreas política, econômica e comercial e foi professora do Instituto Rio Branco. Também trabalhou no Ministério do Meio Ambiente e da Amazônia Legal, Ministério da Fazenda, Senado Federal e Ministério do Turismo.

“Sinto uma imensa emoção em estar nesta casa. Meu avô, Moises Vainer foi diretor do Colégio Renascença por mais de 30 anos, e posso afirmar que esta escola é a concretização de um sonho”, disse Débora.

A Embaixadora subiu ao palco e explicou sobre o papel do diplomata, como entram na carreira, quais as principais atribuições, e como foi sua experiências nos diferentes países onde atuou e também respondeu as perguntas do público presente.

“As pessoas acham que a vida de diplomata é puro glamour e viagens e nem imaginam a grande dificuldade que é uma família inteira ter que se mudar para um país diferente a cada três anos. A parte boa, é que sempre contei com o companheirismo do meu marido Stefan, e das minhas duas filhas, que aprenderam diversas línguas, culturas e a lidar com outros povos, e se tornaram grandes profissionais”, destacou.

“Me sinto emocionada e feliz por estarmos aqui comemorando o Dia Internacional da Mulher, que acredito ser um marco na história de nossas vidas. A Na’amat é a maior organização de mullheres em Israel e hoje continuamos a lutar, pois as diferenças ainda existem e queremos um mundo com mais justiça social”, frisou a presidente da Na’amat Brasil, Clarice S. Jozsef.

“Ser presidente da Na’amat São Paulo, presente no Brasil há sete décadas, é sem dúvida um motivo de enorme orgulho. Manter a continuidade dos nossos trabalhos e transmitir esse importante legado de nossas fundadoras é um constante desafio e uma grande responsabilidade”, complementou a presidente da Na’amat Pioneiras São Paulo”, Leonor Szymonowicz.

Stela Blay e Tarsilinha do Amaral, também subiram ao palco e foram homenageadas por seu apoio incondicional à Na’amat e destacaram seu apoio incondicional e suas fortes ligações com a Organização.

O evento, que também marcou o início das comemorações dos 70 anos da Na’amat Pioneiras no Brasil contou com a presença de autoridades e lideranças, como o cônsul Dori Goren e sua esposa Cecília, os presidentes do Colégio Renascença, Marcelo Kaufmann, da Conib, Fernando Lottenberg e da Fisesp, Luis Kignel, além de representantes da Wizo, e Hebraica, do Rabino Begun e do ex-prefeito de Tiete, Manoel David Korn de Carvalho.

Débora Vainer Barenboim-Salej fala sobre a vida de diplomata.

 

O Cônsul Dori Goren e sua esposa Cecília, com o casal Debora e Stefan Barenboim Salej

 

O presidente da Fisesp, Luiz Kignel, com Clarice S. Jozsef,Débora Vainer Barenboim-Salej e Leonor Szymonowicz

 

Leonor Szymonowicz e Clarice S. Jozsef recebem a homenageada Stela Blay

 

Luiz Kignel e Fernando Lottenberg, presidentes da Fisesp e da Conib